"Em cada Casa uma Canção, em cada Canção uma Saudade"

AI, QUEM ME DERA
(Vinicius de Moraes)

Ai, quem me dera
terminasse a espera
retomasse o canto
simples e sem fim.
E ouvindo o canto
se chorasse tanto,
que do mundo o pranto
se estancasse, enfim.

Ai, quem me dera
ver morrer a fera,
ver nascer o anjo,
ver brotar a flor.
Ai, quem me dera uma manhã feliz...
Ai, quem me dera uma estação de amor...

Ah se as pessas se tornassem boas,
e cantassem loas e tivessem paz,
e pelas ruas se abraçassem nuas,
e, duas a duas, fossem ser casais.

 

 

Imprima e Cante com os Seresteiros de Conservatória