"Em cada Casa uma Canção, em cada Canção uma Saudade"

CANÇÃO DE NÃO CANTAR
(Sérgio Bittencourt)

Guardo o meu violão.
Já nos faltam canções.
São muitas as razões,
que temos pra cantar,
mas hoje, amor, melhor
é não cantar,
enquanto houver em nós
vontade de fugir de um canto
que na voz não vai saber mentir.

Meu canto para ser um canto certo,
vai ter que nascer liberto
e morar no assobio
do ocupado e do vadio
do alegre e do mais triste
só há canto quando existe
muito tempo e muito espaço
pra canção ficar se eu passo
e dizer o que eu não disse.
Ah que bom se eu ouvisse
o meu canto por ai.

Por isso o violão
prefere emudecer.
E vem pedir perdão
por não poder cantar
que hoje, amor, melhor
é não cantar.

 

 

 

Imprima e Cante com os Seresteiros de Conservatória