"Em cada Casa uma Canção, em cada Canção uma Saudade"

GATINHA MANHOSA
(Roberto Carlos-Erasmo Carlos)

Meu bem
já não precisa falar comigo,
dengosa assim.
Briga, para depois
ganhar mil carinhos
de mim.

Se eu aumento a voz,
você faz beicinho
e chora baixinho
e diz que a emoção
doi seu coração.

Já não acredito que você chora,
dizendo me amar.
Eu sei que, na verdade,
carinho você quer ganhar.

Um dia, gatinha manhosa,
eu prendo você
no meu coração.
Quero ver você
fazer manha então,
presa no meu coração.
(Quero ver você.)

 

 

 

Imprima e Cante com os Seresteiros de Conservatória