"Em cada Casa uma Canção, em cada Canção uma Saudade"

LEMBRANÇAS
(Raul Sampaio-Benil Santos)

Lembro um olhar,
lembro um lugar,
teu vulto amado.
Lembro um sorriso
e o paraíso
que tive a teu lado.

Lembro a saudade,
que hoje invade
os dias meus.
Para o meu mal,
lembro, afinal,
um triste adeus.

Sou, agora, no mar desta vida,
um barco a vagar...
Onde está teu olhar,
onde está teu sorriso
e aquele lugar?

Eu devia sorrir, eu devia,
para o meu padecer ocultar.
Mas, diante de tantas lembranças,
me ponho a chorar.

 

 

 

Imprima e Cante com os Seresteiros de Conservatória