"Em cada Casa uma Canção, em cada Canção uma Saudade"

PRECE AO LUAR
(José Barra Sobrinho)

Amar, sempre amei,
chorar, jamais chorei,
porque a lágrima não exprime
a dor que nos oprime o coração.

Ao invés de chorar,
faço minha prece ao luar, assim:
"Lua, que estás no céu a brilhar,
com tamanho esplendor,
tenha pena de mim.
Faça voltar meu amor,
porque é demais meu padecer.
Somente tu, oh, lua,
é que me vês sofrer."

 

 

Imprima e Cante com os Seresteiros de Conservatória