"Em cada Casa uma Canção, em cada Canção uma Saudade"

PRECE AO VENTO
(Gilvan Chaves-Fernando Luiz-Alcir Pires Vermelho)

Vento que embalança as faia do coqueiro,
vento que encrespa as águas do mar,
vento que assanha os cabelos da morena
me traz notícias de lá.

Vento que assobia no "teiado",
chamando para a lua "espiá"...
Vento que, na "berá" lá da praia,
escutava meu amor a "cantá"...
Hojé "to" sozinho e tu também,
triste me "alembrando"do meu bem.
Vento diga, por favor,
"adonde" se escondeu o meu amor?

 

 

Imprima e Cante com os Seresteiros de Conservatória