"Em cada Casa uma Canção, em cada Canção uma Saudade"

VESTIDO DE LÁGRIMAS
(Silvio Caldas-Orestes Barbosa)

Vou me mudar, soluçante,
do apartamento elegante
que tem, do antigo fulgor,
lindos biombos ornados
de crisântemos dourados,
cenários do nosso amor...
A nossa vida era calma,
mas eu senda em minh`alma
um medo não sei de quê...
E, um dia quanta tristeza!
Achei a lâmpada acesa
e não achei mais você...

Fechei a luz com vergonha
da minha face tristonha
para a mim mesmo enganar,
para não ver nos espelhos,
meus olhos muito vermelhos
de tanto e tanto chorar...
E solucei, vou ser franco,
só o luar - cisne branco -
ouviu o meu soluçar,
um soluçar comovido
com que eu molhava um vestido
que você deixou ficar.

 

 

Imprima e Cante com os Seresteiros de Conservatória